Audiência pública discutiu situação orçamentária da UFSM

A UFSM promoveu na tarde de ontem terça-feira (03) uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Palmeira das Missões para expor a situação financeira da instituição. A presença de público foi considerada muito boa,o reitor professor Dr Paulo Afonso Burmann abriu dados acerca do orçamento e do corte de verbas impostos pelo governo federal nos últimos quatro anos.

Segundo o reitor o orçamento da UFSM é composto por três grandes rubricas: pessoal, custeio e capital. Enquanto a administração dos recursos de pessoal, destinados à folha de pagamento dos servidores da instituição, é de responsabilidade do Ministério do Planejamento, os dois outros recursos estão sob gerência direta da universidade. E são sobre estas duas rubricas que os cortes e contingenciamentos vêm incidindo com maior intensidade nos últimos quatro anos e causando preocupação a todos na universidade.

Conforme os números apresentados , entre 2016 e 2017, o orçamento da universidade sofreu um corte de cerca de 14% no valor. Os recursos para custeio e capital aprovados na Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2017, na ordem de R$ 160,31 milhões, são muito inferiores ao que havia sido aprovado para 2014, quando o orçamento para estas duas rubricas era de R$ 165,10 milhões.

No final foi aberto espaço para manifestações e questionamentos por parte do público presente.Que participou tirando duvidas e externando sua preocupação diante das informações passadas.



Fotos Camila Schmitt