Após granizo e vento, cidades do RS calculam prejuízos e recebem ajuda

 

Depois da chuva acompanhada de queda de granizo que atingiu alguns municípios do Rio Grande do Sul, equipes da Defesa Civil do estado percorreram as áreas danificadas para avaliar os danos nesta quarta-feira (17).

Não houve registro de pessoas feridas e também não há desabrigados ou desalojados, mas casas foram danificadas e foi necessária a distribuição de lonas.

A queda dos grânulos de gelo foi observada em quase todas as regiões. Os danos mais significativos se concentraram na Fronteira Oeste. Na noite de segunda (15), 250 casas foram danificadas em Lavras do Sul e cerca de 80 sofreram algum dano no interior de Caçapava do Sul.

A Coordenadoria da Defesa Civil da região entregou 3,6 mil metros quadrados de lonas às famílias atingidas. Além disso, as equipes também auxiliam as prefeituras na distribuição de telhas e na formulação de laudos e documentos necessários para um possível decreto de situação de emergência. Ambos os municípios ainda avaliam os prejuízos.

Na noite de terça-feira (16), ventos fortes atingiram cidades dos Vales do Rio Pardo e Taquari. As rajadas destelharam uma escola e uma granja de suínos no município de Putinga.

Previsão do tempo
A quarta-feira (17) amanheceu com nuvens carregadas, chuva, trovoadas e ventos muito fortes sobre o estado. O destaque, porém, é a diminuição das temperaturas ao longo do dia.

Por causa do tempo mais fechado, a sensação de frio retorna para todo o estado, principalmente pela manhã e no final do dia. A tendência é que a instabilidade avancem para o Sudeste a partir de quinta (18), deixando o tempo firme em boa parte do Rio Grande do Sul.

Fonte G1 RS

Granizo