Assaltantes do banco em Rodeio Bonito estavam armados com fuzil

Um dos criminosos disparou para o alto quando uma das pessoas saiu da corrente enquanto a quadrilha fugia do local.

Polícia está mobilizada investigando o caso e procurando pelos criminosos. FOTO – Fernando Pertuzzati

Uma munição de fuzil deflagrada foi apreendida pela polícia onde aconteceu uma tentativa de assalto a banco na manhã desta quinta-feira, 29, em Rodeio Bonito. No Brasil, a arma é de uso restrito.

Segundo a Polícia Civil do município, um dos seis criminosos que participaram da ação disparou para o alto quando uma das pessoas utilizadas como escudo humano em frente à agência do Banrisul saiu da corrente quando a quadrilha deixava o local. Entre elas, estavam clientes e populares abordados na rua. Ninguém ficou ferido.

Fortemente armados, os bandidos chegaram por volta das 8h30, renderam um guarda e exigiram que o gerente abrisse o cofre. Informados de que havia horário determinado para a abertura e que isso demoraria mais de meia hora, eles colocaram toucas ninja e cogitaram explodir o banco, mas, no fim, decidiram fugir sem levar nada.

O veículo utilizado na fuga foi encontrado por policiais incendiando na linha Progresso, a três quilômetros do trevo de Seberi em direção a Rodeio Bonito. A suspeita é de que o carro, com placas de Farroupilha, seja clonado. Os ladrões teriam fugido em outros dois veículos.

Forças policiais estão concentradas na busca pelos bandidos. Informações podem ser repassadas à Brigada Militar, pelo 190, e à Polícia Civil, pelo 197. É importante que a população comunique aos órgãos de segurança pública a presença de pessoas e veículos estranhos nas cidades.

Tática do escudo humano

Em oito dias, é o terceiro caso na região onde pessoas são forçadas a formarem uma corrente em frente às agências para ficarem entre os bandidos e a polícia e evitar confrontos. A mesma tática foi aplicada em dois assaltos a banco em Planalto, na semana passada, e, já na região Central do Estado, em São Sepé, na madrugada de sábado, onde os criminosos usaram explosivos. Na manhã de hoje, a polícia prendeu em Vera Cruz um homem suspeito de liderar os ataques em São Sepé.

Por: Cristiane Luza