Brasil registra 315 mortes por Covid-19, menor número desde maio, aponta consórcio de veículos de imprensa no boletim das 20h

O Brasil registrou nesta segunda-feira 315 novas mortes por Covid-19. Este é o dia com menor número de vidas perdidas para o novo coronavírus desde 3 de maio, há 127 dias, quando foram contabilizados 289 novos óbitos pela doença. Com os números das últimas 24 horas, há no país 127.001 vítimas fatais.

Pandemia: Para cientistas, polarização, desinformação e falta de medidas sanitárias fizeram brasileiro sofrer mais que o esperado com a Covid-19

Foram registrados também 9.992 novos casos da doença no país, elevando para 4.147.598 os infectados pelo Sars-CoV-2.

O Brasil registrou nesta segunda uma média móvel de 784 mortes por Covid-19, a mais baixa desde 18 de maio, quando houve 749 óbitos por dia naquela semana. Desde 12 de agosto, a média móvel de mortes de brasileiros causados pelo novo coronavírus está abaixo de mil e desde o dia 28, abaixo de 900. Assim, o Brasil segue com tendência de queda nas mortes provocadas pelo Sars-CoV-2.

A “média móvel de 7 dias” faz uma média entre o número de mortes do dia e dos seis anteriores. Ela é comparada com média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda. O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o “ruído” causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão.

O Distrito Federal e 16 estados apresentam tendência de queda nas mortes por Covid-19: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe.

Em contrapartida, há apenas dois estados com tendência de alta: Amazonas e Roraima. Os demais oito estados estão em estabilidade: Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Tocantins.

As informações são do boletim das 20h do consórcio de veículos de imprensa, formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que reúne informações das secretarias estaduais de Saúde.

A iniciativa dos veículos da mídia foi criada a partir de inconsistências nos dados apresentados pelo Ministério da Saúde.

O boletim da pasta divulgado desta segunda-feira mostra um total de 4.147.794 casos de covid-19 no país, dos quais 10.273 foram registrados nas últimas 24 horas. As mortes chegaram a 126.960, das quais 310 foram confirmadas nas últimas 24 horas. De acordo com o Ministério da Saúde, há mais 2.506 óbitos em investigação.

Fonte: O Globo