Câmara de Vereadores entrega troféu “Mulher Cidadã”

A Câmara de Vereadores de Palmeira das Missões entregou, na noite da quinta-feira (08/3), o troféu e diploma “Mulher Cidadã”. Centenas de pessoas lotaram o plenário Dr. Luiz Carlos Pinto da Silva para prestigiar a homenagem a oito palmeirenses que contribuem na busca pelos direitos das mulheres.

A mesa foi composta pelo Presidente do Poder Legislativo, Sidinei Bueno de Oliveira, Coordenadora Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Sara Ávila, Promotora da 2ª Promotoria de Justiça, Infância e Juventude, Manuela Paradeda Montanari, Vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM), Ana Jossade Vieira, Coordenadora da APAM/Fórum da Mulher, Daguimar Vargas Velho, Comandante do 39º Batalhão de Polícia Militar, Major Rômulo Serafini, Vice-presidente do Poder Legislativo, Leandro Lima, e pelo Secretário-adoc, vereador Fernando Vilande.

A vereadora Karin Uchôa, que falou em nome de todos os vereadores, ocupou a tribuna para celebrar a amizade entre as mulheres. “Com certeza as dificuldades não são ‘privilégios’ nossos, injustiças e violência são para todos. Mas eu prefiro aproveitar a data para fazer um brinde pela nossa importância, não para a sociedade e para nossa família, mas a importância que temos umas para as outras”, salientou.

A 16ª edição do prêmio “Mulher Cidadã” congratulou as seguintes palmeirenses: Eunice Ardenghi Gonçalves (Profissionalização da Mulher), Janete Novais de Oliveira (Saúde da Mulher), Julieta Prates Corrêa (Defesa dos Direitos da Mulher), Maria Ercilina Oliveira Spiger (Promoção da Participação Política da Mulher), Marlene de Fátima Simões Sampaio (Educação da Mulher), Olires Soares Carvalho (Emprego da Mulher), Rogéria Teixeira da Rosa (Combate à Violência Contra a Mulher) e Tatiana Vasconcelos Fortes (Atividade Comunitária em Prol da Mulher).

A Promotora de Justiça Manuela Paradeda Montanari, ocupou a tribuna e trouxe a plenário um dado alarmante relacionado à violência contra as mulheres em Palmeira das Missões. Segundo o mapa social de 2017, da Promotoria de Justiça do Rio Grande do Sul, no índice de violência (homicídios, roubos, lesão corporal), Palmeira das Missões ocupa a posição 183 para um quadro de 497 municípios. Já para os crimes de violência cometidos contra a mulher, o município ocupa a 13ª posição. “Trabalho na defesa dos direitos das mulheres e aproveito esse plenário cheio para conclamar a sociedade de Palmeira a mudar esse cenário. […] Vamos, incansavelmente, brigar o quanto nos for necessário e pra além das nossas forças pela defesa desses direitos”, afirmou Paradeda.

A homenageada Marlene Sampaio falou em nome de todas as mulheres que receberam o prêmio. “Para mim e para muitas mulheres um bom futuro é a possibilidade de viver uma condição feminina de igualdade. Onde possamos ser reconhecidas pelas nossas competências, não tendo que lidar com o machismo que nos oprime de diversas maneiras. O futuro que eu e minhas companheiras queremos é de um país capaz de entender que somos cidadãs que podemos decidir sobre nosso corpo, que podemos lutar pelos nossos direitos e chegar aos altos postos de comando”, destacou.

O Presidente do Legislativo, Sidinei Oliveira, agradeceu o empenho dos demais vereadores e dos servidores da Casa na realização da homenagem e reconheceu o trabalho das “Mulheres Cidadãs” de 2018. “Reconhecemos essas valorosas guerreiras e declaramos que as portas desse Poder estão sempre abertas para que vocês venham até aqui, defendam suas teses, e que possamos juntos construir alternativas para tudo que ouvimos hoje. Não quero parabenizá-las, mas agradecê-las por tudo que fizeram pela comunidade palmeirense, por tudo que fizeram na construção de uma sociedade mais justa, mas igualitária”, finalizou.

Informações/Camila Schmitt Carvalho

Por Sidnei Farias