Câmara faz homenagem aos 60 anos da escola Celeste Gobbato

A Câmara de Vereadores realizou na quinta-feira, 25/4, uma Sessão Especial em comemoração aos 60 anos da Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato. O evento aconteceu na sede da escola, reuniu autoridades locais e regionais, vereadores e a comunidade escolar.

A mesa foi composta pelo Presidente do Legislativo Antônio Padilha, Prefeito Eduardo Russomano Freire, Diretor da escola Luiz Carlos Cosmam, Diretor Administrativo da Superintendência da Educação Profissional do Estado (SUEPRO) Carlos Vilmar de Brum, Coordenadora Adjunta da 20ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) Laerta Gomes, Presidente do COM da escola, Edinaldo Rosseto, 1º e 2º Secretários da Câmara de Vereadores Fernando Vilande e Leandro Lima, e um dos primeiros professores da escola, senhor Antônio Cañelas.

O Presidente do Legislativo enalteceu que a escola é referência não só no município, como no estado e no país. “Temos muito orgulho dessa instituição que oferece educação técnica de qualidade, aproveito para parabenizar o diretor e sua equipe pelo excelente trabalho que desenvolvem aqui”, disse Padilha.

O vereador Cláudio Mineiro falou em nome dos vereadores da oposição e destacou a qualidade do ensino oferecido pela escola. “Estamos vivendo um momento que aquilo que é público e gratuito está sendo atacado e essa Sessão Especial demonstra que podemos acreditar nas escolas públicas e que devemos lutar todos os dias por esses alunos e por todos os alunos do país”, afirmou o vereador que também é professor da Rede Pública Municipal.

A característica de oferecer uma educação de qualidade também foi destacada pelo vereador Fernando Vilande que falou em nome dos demais vereadores da situação. “Quando chegamos aqui e vemos alunos empenhados diuturnamente temos certeza que a educação pode trazer um futuro melhor. Sem uma educação de qualidade não existe possibilidade de mudarmos esse país”, conclui.

Em dezembro de 1958 Antônio Cañelas chegava na Celeste Gobbato para cumprir sua missão como professor da instituição e durante a Sessão Especial de aniversário da escola ele falou da experiência. “Há 60 anos nascia a esperança de trazer a Palmeira um ensino agrícola de qualidade. Com muita garra e vontade o trabalho não foi em vão e a esperança se tornou realidade”, disse Cañelas.

O Diretor da escola, Luiz Carlos Cosmam, agradeceu o apoio dos vereadores e salientou um diferencial do educandário. “O trabalho de qualidade oferecido pela escola se deve muito ao apoio das famílias dos alunos, da comunidade e dos professores e funcionários”, disse Cosmam.

Atualmente a escola oferece os cursos de Ensino Médio e Técnico em Agropecuária Concomitante, Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado ao Ensino Médio e Curso Técnico em Agropecuária Subsequente. Possui 368 alunos matriculados, mais de 200 residem na escola, abrangendo 60 municípios do Rio Grande do Sul e de outros estados. Conta com 17 Unidades Educativas de Produção onde são desenvolvidos projetos de experimentação científica. O processo educativo desenvolvido nessas unidades objetiva a formação do educando, a difusão da tecnologia para a comunidade regional, além de contribuir com a manutenção do educandário.

Informações/Imagens/Camila Schmitt Carvalho