Comitiva palmeirense busca parceria com UFSM para qualificar atendimento na saúde

Na tarde da terça-feira (4), uma comitiva de Palmeira das Missões esteve  no gabinete do Reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Paulo Afonso Burmann.

A reunião teve como objetivo estreitar as relações entre a Universidade e o Poder Público Municipal, principalmente no que se refere à atuação de estudantes da UFSM nas estruturas e serviços públicos de saúde do município e da região. A proposta apresentada pela comitiva é de inserir no sistema de saúde do município estudantes dos cursos de residência multiprofissional em saúde da universidade.

Segundo informações da Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor, o fortalecimento da parceria entre a Prefeitura e a Universidade, além de contribuir com a qualificação dos serviços de saúde na região, também vai ao encontro de uma demanda do próprio campus, que busca ampliar o espaço de formação dos estudantes, por meio de estágios.

Para o Presidente da Câmara de Vereadores, a proposta de residência multiprofissional representa uma evolução para o município. “Este projeto construído em parceria com a UFSM, comissão de intervenção, executivo e legislativo municipal, certamente nos colocará em outro patamar, além da sustentabilidade do HC, que irá economizar em novas contratações e poderá ampliar serviços em outras especialidades que hoje não atendemos, além de futuramente com a melhoria de nossa estrutura e abertura de UTI, podemos evoluir para um modelo de hospital escola”, enfatizou Oliveira. Estiveram presentes no encontro, o Prefeito Eduardo Russomano Freire,Presidente do Poder Legislativo, Sidinei Oliveira o vice-presidente Leandro Lima o Secretário Municipal de Saúde, Paulo Roberto Fernandes, o administrador do Hospital de Caridade de Palmeira das Missões, Sergio Valter Blümke, o diretor e o vice-diretor do campus de Palmeira das Missões, professores Rafael Lazari e Adriano Lago.

A município deverá apresentar, em breve, a formalização da proposta de parceria com a universidade, que será discutida e articulada internamente, entre as unidades de saúde da UFSM.

Camila Schmitt Carvalho