Denarc desarticula rota de tráfico que utilizava a BR 386

A Operação Caminho da Polícia Civil apreendeu 370 quilos de maconha na última sexta-feira e, após seis meses de investigação, agentes do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) desarticularam uma importante rota de tráfico entre o Paraguai e o Rio Grande do Sul. Durante monitoramento na fronteira do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, os policiais identificaram um veículo Saveiro clonado com placas de Porto Alegre, que seria o batedor de um Cruze que contia a droga. Ao sinal de que teriam que parar os veículos, os dois fugiram.

Após troca de tiros, o Cruze que carregava os 370 quilos foi parado e o motorista preso. Os agentes do Denarc ainda perseguiram a Saveiro. Na fuga, o condutor perdeu a direção, saiu da pista e entrou em uma fazenda. O motorista fugiu entrando em um matagal.

As buscas permaneceram ao longo da madrugada de sábado com o objetivo de localizar os traficantes. Perícia será realizada para identificar os fugitivos.

O delegado Mario Souza, Diretor de Investigações do Denarc, afirmou que uma importante rota foi identificada e com uma considerável apreensão. Conforme o delegado, o método de transporte foi o “cavalo doido” que é a droga espalhada de qualquer forma dentro do carro. O esquema é caracterizado por ter motoristas encarregados somente de levar a droga em um carro veloz, auxiliado por batedores.

Agentes do Denarc apreenderam 370 quilos de maconha em um Cruze | Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP