Dez cidades gaúchas já superaram marca de 100 mortes por Covid-19

Próximo de completar seis meses desde o primeiro caso de coronavírus em solo gaúcho, o Estado registrou o total de dez municípios que já passaram de 100 mortes relacionadas à Covid-19. Nesta quarta-feira, os dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), mostraram Porto Alegre, Passo Fundo, São Leopoldo, Canoas, Novo Hamburgo, Gravataí, Bento Gonçalves, Rio Grande, Alvorada e Viamão como as cidades com mais vítimas fatais no RS.

De acordo com a SES, pouco mais da metade das mortes em decorrência do vírus foram nesses municípios. Os óbitos ocorridos entre moradores destas cidades totalizam 1.826 até esta terça, representando 51,5% do montante de 3.543 mortes reportadas até o momento no Rio Grande do Sul.

Segundo os dados da SES, Porto Alegre é a cidade mais afetada pela pandemia. Com oito óbitos reportados ao Estado de ontem para hoje, a metrópole contabiliza 716 vitimas fatais por Covid-19. A Capital contabilizou a 100ª morte há exatos dois meses, no dia 2 de julho. 

O segundo município com o maior volume de mortes por Covid-19 é Canoas, localizada na Região Metropolitana. Hoje, os dados estaduais apontam que o município de 346 mil habitantes possui 194 mortes, sendo dois óbitos reportados nas últimas 24 horas. Conforme os dados municipais, no dia 3 de agosto a cidade passou de 94 óbitos para 108 óbitos por Covid-19.

As dez cidades encontram-se em bandeira laranja, de risco médio, no modelo de Distanciamento Controlado do governo do Estado.

Cidades mais afetadas pela pandemia

1. Porto Alegre – 716 mortes / 1.483.771 habitantes
2. Canoas – 194 mortes / 346.616 habitantes
3. Novo Hamburgo – 133 mortes / 246.748 habitantes
4. Viamão – 129 mortes / 255.224 habitantes
5. Passo Fundo – 127 mortes / 203.275 habitantes
6. São Leopoldo – 112 mortes / 236.835 habitantes
7. Rio Grande – 106 mortes / 211.005 habitantes
8. Gravataí – 105 mortes / 281.519 habitantes
9. Bento Gonçalves – 102 mortes / 120.454 habitantes
10. Alvorada – 102 mortes / 210.305 habitantes

Fonte Correio do Povo

Por Sid farias