ERS-569 rodovia que liga Palmeira das Missões a Sarandi recebe obras de restauração

Os motoristas que circulam por uma das principais ligações entre as regiões Norte e Noroeste do Rio Grande do Sul já percebem a movimentação intensa de máquinas e operários. Este mês, o Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) do lote Passo Fundo – Palmeira das Missões deu início à revitalização da ERS-569.
As obras integram o Acordo de Resultados 2018, firmado entre o governo do Estado, a Secretaria dos Transportes e o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) – órgão responsável pela execução e fiscalização do Crema. No total, serão investidos R$ 21, 4 milhões para recuperar completamente os 37 quilômetros entre os municípios de Palmeira das Missões e Sarandi. Os recursos são financiados junto ao Banco Mundial (Bird).
O contrato prevê tanto a renovação do asfalto quanto dos dispositivos de drenagem e da sinalização da ERS-569. No momento, a pista recebe os serviços de retirada e recomposição do pavimento nos trechos defeituosos, além da aplicação de uma nova capa asfáltica. A restauração deve ser concluída durante o segundo semestre deste ano.
“É mais um importante corredor rodoviário que o Daer está recuperando dentro do Crema, que é um dos principais programas em atividade do governo do Estado”, destaca o diretor-geral do departamento, Rogério Uberti. “Com esforço, comprometimento e responsabilidade, estamos dando cara nova a muitas estradas da região Norte que são fundamentais para o escoamento da produção. No caso da ERS-569, ela compõe uma rota entre Passo Fundo e municípios do Noroeste, como Três Passos, Três de Maio e Santa Rosa”, complementa.
O Crema Passo Fundo
No Norte gaúcho, o Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) possui dois lotes em atividade: Passo Fundo – Cruz Alta e Passo Fundo – Palmeira das Missões. As obras contemplam 548 quilômetros em 12 trechos rodoviários e são divididas em duas etapas: na primeira, é realizada a recuperação completa do pavimento, da drenagem e da sinalização das estradas. Após, os mesmos trechos passam por ações constantes de conservação até o encerramento dos cinco anos de contrato.
As rodovias previstas no Crema Passo Fundo são: ERS-324, ERS-142, ERS-129, RSC-153 (no contorno de Passo Fundo e entre Soledade e Barros Cassal), ERS-332, ERS-404, ERS-406, ERS-463, ERS-569, ERS-223 e BRS-386 (contorno de Soledade). O investimento total é de R$ 239,5 milhões, financiados pelo Banco Mundial.
 
Acordo de Resultados
O Crema Passo Fundo integra o Acordo de Resultados 2018, assinado por todas as secretarias e vinculadas e que consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado. Os compromissos firmados envolvem o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.
Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade com intuito de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.
Daer