Família procura por dona de casa desaparecida em Porto Alegre

A família de Rosane Moreira Silveira pede ajuda para encontrar a dona de casa. A mulher de 50 anos, moradora do bairro Costa e Silva, na Zona Norte de Porto Alegre, desapareceu na última segunda-feira (29). Os parentes afirmam que ela não teria motivos para fugir. Rosane foi vista pela última vez com seu carro, um Ford Ka de cor branca e placas IWE-5072.

Os familiares acreditam que ela pode ter sido sequestrada. Rosane é casada e, segundo a enteada Gabriele Lopes, o relacionamento dela com o seu pai é “tranquilo e sem problemas”.

Às 9h50 de segunda-feira, a dona de casa realizou um saque de R$ 1 mil em um hipermercado na Zona Norte da capital. Ela também efetuou uma recarga para um número desconhecido de celular.

A família já acionou a polícia, que trabalha para encontrar a dona de casa. Na madrugada de terça-feira (30), Gabriele procurou a Concepa, empresa que administra a BR-290, a freeway, para verificar se havia imagens do carro da madrasta deixando Porto Alegre. Não há registro do veículo de Rosane nos arquivos da concessionária da rodovia.

Rosane tem dois filhos, de 28 e 24 anos. “Eles estão muito abalados”, relata Gabriele. “A gente não sabe de nada. Ela simplesmente sumiu. Ela morava só com o meu pai e não tinha rotina. Ela costumava cuidar da mãe dela, que tem 74 anos. É a pessoa mais doce que eu conheço na minha vida”, conta a enteada.

Um cartaz com informações foi postado nas redes sociais e já teve milhares de compartilhamentos. A família espera que algum contato possa auxiliar a encontrar a dona de casa.

Informações sobre Rosane podem ser repassadas para a enteada Gabriele (51 9627-4710), o filho Marcos (51 9429-7119) ou para a mãe Sueli (51 3347-0461).

Desaparecida

Rosane Moreira Silveira foi vista pela última vez na segunda-feira (29) (Foto: Reprodução/Facebook)

Fonte G1 RS

Postado/Sidnei Fariasrosane_2