III Mostra de Conhecimento no Instituto Borges do Canto

O Instituto Estadual de Educação Borges do Canto realizou a III Mostra do Conhecimento, uma exposição que demonstra, entre outros aspectos, as habilidades na área de pesquisa e investigação científica, que aconteceu nos dias 29 e 30 de outubro. A abertura ocorreu no dia 29 com a Noite Cultural, realizada no Centro Cultural Mozart Pereira Soares, momento em que os alunos participaram de apresentações culturais.

Segundo a professora dos anos iniciais, Viviane Vieira de Mattos Freiberger, a Mostra do Conhecimento, que já faz parte do calendário de eventos da Escola, tem como meta também integrar os fundamentos teóricos com a prática; propiciar a troca de saberes entre professores e alunos; desenvolver as habilidades de comunicação com o público; integrar as diversas áreas do conhecimento bem como relembrar a evolução dos séculos.

Para a aluna do 1°C do Ensino Médio, Ana Luiza Zanata Meneghetti, a mostra foi importante não só pelo que aprenderam, mas também, pelo que conseguiram passar para os visitantes da feira. “Meu trabalho ele era relacionado às TVS e rádios dos anos 50, então, aprendi bastante como foi feita a primeira transmissão, o quão complicado foi para a TV estreiar no Brasil. E em relação ao rádio, eu soube como ele foi muito importante para as pessoas da época e como eram feitas as rádio novelas. A mostra foi muito proveitosa para todos, pois aprendemos um pouco de como era a vida das pessoas, e porque conseguimos passar o que aprendemos para os visitantes que vierem até nós”, relatou.

Os 102 trabalhos expostos foram produzidos por aproximadamente 700 alunos da educação infantil, anos iniciais, ensino médio e curso normal. Os projetos basearam-se em pesquisas referentes a evolução histórica dos séculos XX e XXI. Além dos fatos importantes das décadas passadas, os trabalhos da mostra foram incluídos nos seguintes eixos temáticos: ciências da natureza, matemática e suas tecnologias e ciências humanas, linguagens e códigos.

A professora ainda destaca a importância da colaboração de todos na realização da feira. “Eu como professora pude reviver um pouco do que foi minha adolescência no trabalho que apresentei com meus alunos da década de 90, desenhos animados, objetos que brincava e acontecimentos da década. Termino essa Mostra encantada com os trabalhos. Agradeço aos alunos funcionários e professores pela colaboração e dedicação. Também agradecemos aos pais e a comunidade em geral pela colaboração na exposição dos objetos, disse Viviane.

Com informações Carine Zandoná Badke