Morador de Condor suspeito de participar de homicídio em Sagrada Família

Corpo foi encontrado dias depois no rio Uruguai

A Polícia Civil de Jaboticaba deu cumprimento na manhã de quinta feira, 06 de dezembro, a mandado de prisão temporária no município de Sagrada Família. O preso possui 20 anos de idade e é suspeito de ter participado de homicídio ocorrido em Sagrada Família no dia 28/10/2018. A investigação apurou que a vítima Asdrovaldi Ávila de Souza de 19 anos, foi morto com golpes de faca. O cadáver foi removido da cidade em um automóvel e, posteriormente, jogado em um rio. No dia 02/11/2018 o corpo da vítima foi encontrado no rio Uruguai, nas proximidades do município de Itapiranga/SC. Na ação de quinta feira foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Sagrada Família, Palmeira das Missões e Condor.Foram apreendidos celulares e um veículo.

Um segundo suspeito morador de Condor, com prisão temporária decretada, está foragido.

A DP Jaboticaba solicita aos órgãos de imprensa da região que divulguem a foto de Gilvan Machado da Conceição, 20 anos de idade, o qual se encontra na condição de foragido. Gilvan é suspeito de participar do homicídio que vitimou Asdrovaldi Ávila se Souza, fato ocorrido em 28/10/2018 em Sagrada Família. Na manhã de hoje Gilvan não foi encontrado. As informações sobre a localização de Gilvan devem ser repassadas aos órgãos de segurança pública. Gilvan é de Sagrada Família, mas residia em Condor. informações Polícia

Civil/delegado Gustavo Fleury