Polícia Civil prende casal suspeito de ter praticado latrocínio de taxista frederiquense

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Frederico Westphalen, com apoio das DP’s de Condor, Panambi, Seberi e Vicente Dutra, prendeu na manhã de hoje, nas cidades de Condor e Panambi, dois indivíduos suspeitos de serem os autores do latrocínio que vitimou o taxista Ervino Sabino da Silva.
Durante as investigações foi apurado que uma mulher, residente em Panambi, teria solicitado, na noite de 13/05/18, que o táxi conduzido pela vítima fosse até a estação rodoviária de Frederico Westphalen, a fim de realizar o transporte dela até Erval Seco.
Naquela cidade o namorado da mulher, que mora em Condor, ingressou no táxi e fez com que a vítima os levasse até o interior de Redentora, lugar que anunciou o assalto e depois efetuou os dois disparos que mataram ERVINO.
Foram subtraídos da vítima aparelho celular, dinheiro em espécie e documentos pessoais, bens que ainda não foram recuperados. Além dos dois mandados de prisão temporária, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, dois na cidade de Condor e um em Panambi.
Foram apreendidos diversos objetos atinentes a investigação (como aparelhos celulares, notebook e peças de vestuário) e uma espingarda de pressão adulterada para calibre 22. Os presos, após serem interrogados, foram encaminhados pela Polícia Civil ao Presídio Estadual de Frederico Westphalen.
As informações são do delegado de Polícia Civil Eduardo Ferronato Nardi.