Vítima de suposta execução teria relação com organização criminosa

A Polícia Civil (PC) divulgou, na manhã de segunda-feira, 3, o nome da vítima de uma suposta execução ocorrida entre a noite de sexta-feira, 31 de janeiro, e a manhã de sábado, 1º, em Taquaruçu do Sul. Trata-se de Joarez Prado da Silva, de 43 anos, natural e morador de Seberi.

Conforme o delegado plantonista, Gustavo Fleury que atendeu a ocorrência, Silva possuía uma extensa ficha criminal. Entre os registros, consta um homicídio, ocorrido em Seberi, em 2002, e um indiciamento pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), de Porto Alegre, por suposta participação em ações de grupos criminosos, em 2017.

Além disso, crimes como lesão corporal, ameaças e direção com habilitação suspensa estão entre os registros da ficha de Silva junto à PC.

A partir de agora, o caso passa para a responsabilidade da Delegacia de Polícia (DP) de Taquaruçu do Sul, sob comando do delegado Eduardo Nardi.

por Jornal O Alto Uruguai