Presa falsa médica que atuou em cidade no Noroeste do RS

Foi presa uma mulher acusada de prática ilegal da medicina e falsidade ideológica, entre outros crimes, na tarde de segunda-feira, 5, em Santa Rosa. Vânia Regina Ramos se apresentou, na companhia de um advogado, na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento e foi conduzida ao Sistema Prisional do Estado do Rio Grande do Sul.

Vânia Ramos tinha contra si um Mandado de Prisão Preventiva pedido pela Delegacia de Polícia de Tucunduva e Deferido pela Justiça havia duas semanas.  Ela havia atuado como clínica geral de uma Unidade Básica de Saúde, por 40 dias, em Novo Machado.

A falsa médica começou a trabalhar, através de um contrato emergencial, em julho e chegou a receber R$ 15 mil. Ela atendeu cerca de 100 pacientes, usando o registro profissional de uma médica que mora no Paraná.

Entre os crimes apontados pelo Ministério Público estão falsidade ideológica, exercício ilegal da medicina e estelionato, além de apropriação de bem

público. A prisão preventiva havia sido concedida pela Justiça no dia 23 de agosto.

Falsa médica atuou na cidade de Novo Machado. Foto: Reprodução

Médica