REFORMA DA PREVIDÊNCIA SERÁ TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA EM PALMEIRA DAS MISSÕES – RS

O impacto da reforma da Previdência Social na vida dos trabalhadores e trabalhadoras será tema de uma audiência pública nesta sexta-feira, dia 31 de março, às 14 horas, no Centro Cultural de Palmeira das Missões. O evento é organizado pela Frente Gaúcha em Defesa da Previdência Pública, e faz parte do ciclo de audiências que a Frente e Assembleia Legislativa estão levando para todas as regiões do estado.

O presidente da Assembleia gaúcha, deputado Edegar Pretto (PT), estará presente em Palmeira das Missões. O parlamentar reforça que neste momento não dá para ficar em cima do muro, nem fazer de conta que nada está acontecendo. “Ou se está ao lado ou contra a classe trabalhadora. E o presidente da Assembleia tem opinião, e ela é contra este crime institucional contra o povo brasileiro proposto pela reforma”, reitera.

Já estão confirmadas representações de diversos municípios da regional Palmeira, numa mobilização que envolve movimentos populares do campo e da cidade e centrais sindicais.

MUDANÇAS PREVISTAS
Caso a reforma seja aprovada, a aposentadoria integral (100% do valor do benefício) só será concedida àqueles que completarem 49 anos de contribuição ao INSS. Quem se aposentar com um tempo menor receberá um valor proporcional, limitado a 76% do benefício, com pelo menos 25 anos de contribuição. Para conseguir receber o benefício integral com a idade mínima proposta pelo governo, o trabalhador precisá contribuir desde os 16 anos de idade, sem interrupção. Quem está na regra de transição não precisará cumprir a idade mínima de 65 anos, mas terá que contribuir com 50% sobre o tempo de falta para se aposentar e também terá uma redução do valor do benefício com base nos anos de contribuição.

FONTE: Rede Sul/Foto divulgação