Temporal causa estragos na região

O temporal registrado no início desta quinta-feira (19), com vento de forte intensidade, atingiu vários municípios do Estado. Na região, foram registrados destelhamentos, quedas de árvores e de poste de energia elétrica, em Passo Fundo, Carazinho, Soledade e Marau.

Em Passo Fundo, no Centro da cidade, a força do vento derrubou a fachada de uma loja na rua Coronel Chicuta. O trânsito ficou totalmente interrompido até por volta das 07h30.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, na Vila Jardim próximo do acesso da ERS 324, um poste de energia elétrica caiu sobre a pista interrompendo o trânsito. Casas também foram parcialmente destelhadas nos bairros Vera Cruz, na Roselândia e Vila Luiza.

Fora isso, vários bairros estão sem luz, entre eles parte da Boqueirão, Vera Cruz e Operária. No Estado, conforme a Rio Grande Energia, o temporal atingiu os município de Santana do Livramento, Santa Maria, Santo Ângelo e Cruz Alta.

Pela região

Em Carazinho, também foram registrados estragos em residências no bairro Fey e Planalto. A rodoviária da cidade ficou bastante danificada. O Corpo de Bombeiros já recebeu seis ligações e uma guarnição foi deslocada para a retirada de árvores sobre a pista na BR 285, próximo ao distrito industrial.
Em Soledade, onde os ventos teriam ultrapassado os 100 km/h, também houve o registro de danos em algumas residências. A BR-386, no km 255, chegou a ficar parcialmente interrompida devido à queda de uma árvore. Os veículos precisaram desviar pelo pátio de um restaurante.

Em Marau, a queda de uma árvore interrompeu o trânsito de uma rua entre os bairros Borges e Portal do Sol. No local, um eucalipto atingiu um poste de energia elétrica.

Rede elétrica afetada

De acordo com a RGE e RGE Sul, os ventos de alta intensidade, descargas atmosféricas e granizo também prejudicaram a rede transmissão em boa parte do Rio Grande do Sul, incluindo pontos de Passo Fundo. No inicio da madrugada atingiu a região de Santana do Livramento e por volta das 3 horas da manhã chegou à Região Central, em Santa Maria, atendida pela RGE Sul, e Região das Missões, atendida pela RGE, em Santo Ângelo e Cruz Alta.
Na RGE Sul a linha de transmissão de 69 kV de Jaguari está desarmada. Na RGE cerca de 20 circuitos alimentadores, todos concentrados na região de Santo Angelo e Cruz Alta, estão desligados.
Na RGE, conforme nota da empresa, as linhas de transmissão Cruz alta – Tupanciretã, Tapera 2 – Tapera 1 fora e Usina de Jacuí – Cruz Alta, esta última da CEEE, também estão desarmadas.
A situação é critica e rajadas de vento forte ainda persistem nessas regiões, com alertas meteorológicos de que vão seguir nas próximas horas em toda a metade oeste do Estado. Conforme a empresa, ainda não é “possível estimar a extensão dos danos na rede elétrica, uma vez que os ventos prosseguem. A RGE e a RGE Sul estão totalmente mobilizadas desde a madrugada, trabalhando com todo seu efetivo de equipes próprias e terceiras”, garantiu em nota.
Paula Steffenon e Édson Coltz/ Diário da Manhã