Vereadores se reúnem com empresa do estacionamento rotativo

A Lei Ordinária que instituiu o estacionamento rotativo foi aprovada em maio de 2015, passando a vigorar em dezembro do mesmo ano. Dezesseis meses após a implantação do sistema, alguns reajustes necessários foram percebidos pelos vereadores e pelos usuários do sistema.

Os vereadores Antônio Zottis Padilha, Adilson Barbosa, Antonio Vezaro, Fernando de Carli, Fernando Vilande, Leandro Lima, Marcelo Saggin, Tiago Antunes e Vergilio Matias, se reuniram com os representantes da empresa, Ronaldo Leite, Gerente Regional, e Márcia do Nascimento, Gerente Administrativa, na manhã da sexta-feira (07) na presidência da Casa.

Dentre as principais sugestões feitas pelos vereadores estão: A correta manutenção e pintura sinalizando as vagas; a uniformização adequada dos monitores; a qualificação e treinamento desses funcionários; e a conversão em créditos da irregularidade (multa), ao menos, na primeira ocorrência; maior divulgação das normas do estacionamento via panfletos.

Também foi discutida a questão dos cinco minutos de tolerância, bastante incompreendido pela população. O gerente regional, Ronaldo Leite, destacou que os cinco minutos de tolerância são operacionais, ou seja, é o tempo que o motorista tem para adquirir o crédito com um monitor e não um tempo que pode ficar na vaga sem ter créditos.

O presidente do legislativo, Antônio Padilha, destacou que o debate foi proveitoso. “Foi válido o debate. Com certeza todos os vereadores ficaram satisfeitos com os esclarecimentos”, afirmou.

Dados importantes:

566 vagas ativas

08 vagas rápidas (15 minutos) próximas a farmácias

Em março a empresa arrecadou R$ 72 mil

12% do valor bruto arrecadado é repassado ao município

Atualmente são 17 palmeirenses trabalhando como monitores

InformaçõesCamila Schmitt Carvalho

Por Sidnei Farias